Presidente do Uruguai manda prender comandante do Exército


da redação ecos da notícia/NOTÍCIAS AO MINUTO

© Paulo Whitaker / Reuters

presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, ordenou a prisão do comandante do Exército, Guido Manini Ríos, por 30 dias, após este se pronunciar publicamente contra um projeto de lei impulsionado pelo governo.



Segundo Vázquez, o militar “atua de boa fé e com a lealdade institucional que devem ter as Forças Armadas, mas se equivocou e foi sancionado”.

Manini Ríos se manifestou contra uma reforma do sistema de pensões militares e uma nova lei orgânica para as Forças Armadas. A detenção conta a partir de segunda-feira (17).

Em seu site, o governo informou que a Constituição uruguaia estabelece que “os militares não podem interferir com opiniões sobre projetos de lei”.


Notícias Relacionadas