Coronel Ulysses promete reduzir salário de governador e secretários em 30%, caso seja eleito


Da Assessoria do Candidato

O candidato a governador do Acre pelo PSL, Coronel Ulysses Araújo, participou na manhã desta quarta-feira, 12, de uma entrevista ao vivo em uma emissora de TV local e garantiu que diminuirá em 50% o número de cargos comissionados, reduzirá o número de secretarias e ainda irá reduzir em 30% do próprio salário, em seu governo.

“O Estado passa por uma crise e entendo que todos precisam contribuir de alguma forma, por isso, se eu for eleito, vou reduzir o salário de governador e dos secretários em 30%. Sem contar que iremos diminuir em 50% o número de cargos em comissão para termos dinheiro para investir em outras áreas”, garantiu Coronel Ulysses.



O candidato ainda lamentou o atentado contra o presidenciável de seu partido e líder nas pesquisas, Jair Bolsonaro, que foi esfaqueado em Juiz de Fora, Minas Gerais, na quinta-feira, 6, durante agenda política.

“Usei minhas redes sociais para expressar minha indignação pelo atentado sofrido pelo nosso futuro presidente e também para responder aqueles que estavam comemorando esse ato covarde contra a democracia brasileira. Jamais iremos nos calar diante de afrontas”, disse.

Na tarde desta quarta-feira, Coronel Ulysses, acompanhado do candidato a vice-governador, Réssini Jarude, liderou uma caminhada e bandeiraço no bairro Mocinha Magalhães.


Notícias Relacionadas