Nível do rio Madeira atinge 15,64m; em Rio Branco, nível do rio Acre quase duplicou nos últimos dias


rondoniaovivo

A chuva frequente e volumosa que vem caindo sobre Rondônia e sobre a Bolívia fez com que a maioria dos rios que alimentam o Madeira esteja com nível acima do normal para esta época

Após a calmaria, o repiquete. Assim pode ser resumida a situação dos rios Acre (em Rio Branco/AC) e Madeira (Porto Velho/RO), que tiveram crescimento de seus níveis bem acima do normal.



 

As chuvas torrenciais da Bolívia alagou a capital acreana na terça-feira de carnaval e várias famílias tiveram que ser desalojadas pela Defesa Civil. Nesta quinta-feira, o rio Acre registra 12,89m, ficando muito próximo ao estado de alerta.

 

Já em Porto Velho, o Madeira cravou na manhã de hoje 15,64m, a maior cota já atingida em 2018, segundo dados do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam).

 

No início de fevereiro, o Serviço Geológico Brasileiro colocou o rio Madeira em Porto Velho em ” atenção” desde meados de janeiro por causa da elevação de vários rios que compõem a bacia hidrográfica do Madeira.

 

A chuva frequente e volumosa que vem caindo sobre Rondônia e sobre a Bolívia fez com que a maioria dos rios que alimentam o Madeira esteja com nível acima do normal para esta época.

 


Notícias Relacionadas