Governador trata de alfandegamento do aeroporto de Rio Branco com a Receita Federal

2

O governador Tião Viana esteve em Brasília nesta quinta-feira, 13, onde se reuniu com o secretário da Receita Federal, Jorge Antonio Rachid, para tratar do alfandegamento do aeroporto de Rio Branco, a fim de que ele possa atuar em caráter internacional.

A Receita Federal é o último órgão onde Tião Viana se reuniu com representantes para pedir apoio no funcionamento internacional do aeroporto. Para que esse status se concretize, é necessária a presença de órgãos em atuações específicas como a Polícia Federal, a Infraero, o Ministério da Agricultura e a própria Receita Federal.

Rachid sinalizou positivamente ao governador Tião Viana o apoio da Receita Federal, a princípio com uma atuação no aeroporto por dois dias na semana para voos internacionais.

Segundo a secretária de Estado de Turismo e Lazer, Rachel Moreira, o pedido ainda será formalizado junto à Infraero já amanhã. Ela lembrou que o aeroporto de Rio Branco está na fase final de sua obra de ampliação, com previsão de entrega para o início de setembro.

A empresa aérea boliviana Amaszonas já está com um projeto aprovado na Anac de realizar viagens entre La Paz (Bolívia), Cuzco (Peru) e Rio Branco e aguarda o fim das obras e as liberações alfandegárias para tocar o projeto.