Manifestantes fazem ato contra governo no Centro da capital


Por G1

????????????????????????????????????

Manifestantes se reuniram em frente ao Palácio Rio Branco, no Centro da capital acreana, na tarde deste domingo (13), para protestar contra a presidente Dilma Rousseff (PT), o ex-presidente Lula, e em apoio às ações da Operação Lava Jato.

A expectativa, segundo a organização, é de seis mil pessoas durante o ato. Já a Polícia Militar do Acre estima que 2.100 mil pessoas participaram do evento, que começou às 15h (17h horário de Brasília) e terminou às 17h38 (19h38 horário de Brasília).
Durante a concentração, os manifestantes cantaram os hinos nacional e acreano, além de aplaudir o juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância.



 

Um dos organizadores do ato, o universitário Athos Santos, de 24 anos, diz que o ato serve para reforçar a luta pela saída de Dilma do cargo.

“A gente pensou que o impeachment ia perder força, mas as altas acusações contra o ex-presidente Lula nos deixou muito felizes e só fortaleceu [a luta pelo impeachment]. Queremos que esse ato seja simbólico não só para Rio Branco, mas também para o Acre e a nação brasileira”, comenta.
A professora Suelange Horácio, de 40 anos, resolveu levar cartazes e canetas extras para distribuir aos outros manifestantes durante o ato.

“Para que aqueles que vieram desprevenidos tenham oportunidade de fazer seu cartaz e protestar. O povo brasileiro é muito criativo e aqui na empolgação a gente se inspira mais”, diz.
Já o vendedor Eli Freire, de 40 anos, decidiu aproveitar para vender camisas da seleção brasileira a R$ 15. Segundo ele, porém, o objetivo não é lucrar, mas “ajudar os manifestantes”.

“Vim aqui para ajudar os manifestantes, para ajudar nosso país a vestir o verde e amarelo como forma de repúdio à Presidência da República e a esse povo todo que anda roubando nosso país. É também uma forma de driblar a crise e juntar um dinheiro”, afirma .


Notícias Relacionadas