Motorista de ônibus é executado a tiros dentro de casa no bairro Belo Jardim



execucao-belo-jardim1

Para a polícia não restam duvidas, o crime contra o motorista de ônibus Francisco Pereira da Mota, de 55 anos, foi uma execução.
Para a família da vítima foi uma execução a mando de alguém muito próximo a vítima.
DE acordo com informações o crime aconteceu na noite desta quarta-feira (09), quando dois homens chegaram na rua Beira rio no ramal da Judia no bairro Belo Jardim, pelo rio Acre, usando uma canoa.
Em seguida os criminosos subiram o barranco entraram na casa da vítima que estava sozinho com a esposa e efetuaram três tiros na cabeça de Francisco Mora que teve morte instantânea.

Duas equipes do SAMU foram acionadas para atender a ocorrência. A primeira de suporte básico ao chegar no local da ocorrência ainda entrou a vítima agonizando e dada a gravidade do ferimento acionou a suporte avançado que ao chegar Francisco já teria morrido.
Acusações, suspeitas e o crime a elucidar
Como não existe crime perfeito, ao que tudo indica a estratégia dos criminosos que chegar por água não ajudou muito, pois segundo informações na fuga eles foram reconhecidos por vizinhos da vítima que afirmaram serem os mesmos homens que no domingo (06) teriam participado de um churrasco na casa da vítima.
O filho da vítima confirmou a polícia que os dois homens estiveram na casa de Francisco Mota participando de um churrasco e que os dois suspeitos eram convidados da enteada da vítima.
A Polícia não despreza nenhuma informação e já iniciou investigação e alguns policiais em conversa informou comentaram que o crime tá fácil de ser elucidado, muitas pistas foram deixadas pelos criminosos.




Notícias Relacionadas