Laudo do médico legista aponta que bebê de 6 meses morreu de traumatismo craniano



bebe

O laudo do Instituto Médico Legal – IML em Rio Branco concluiu que o bebê Amanda Silva, de apenas seis meses de vida, morta juntamente com a mãe, a dona de casa Jardineis Oliveira Silva, de 25 anos, teve como causa da morte traumatismo craniano encefálico, provocado supostamente por um objeto contundente, possivelmente uma pedra.


Notícias Relacionadas