Siga-nos

Aguarde processando...

X

Irmã de suspeito de matar mulher e bebê diz que quem matou Luzimar tem que pagar na prisão

"Quero Justiça para o crime bárbaro contra meu irmão que morreu sem chance de defesa" disse Raimunda Bezerra.

“Quero Justiça para o crime bárbaro contra meu irmão que morreu sem chance de defesa” disse Raimunda Bezerra.

A agricultora Raimunda Bezerra, de 37 anos, irmã do preso Luzimar Bezerra, de 33 anos, morto durante linchamento dentro de uma cela da delegacia do município de Bujari, esteve na tarde desta quarta-feira (18) no Instituto Médico Legal – IML para aguardar a liberação do corpo do irmão acusado de matar a dona de casa Jardineis Oliveira da Silva, de 25 anos, que foi estuprada teve a barriga aberta e parte das vísceras retiradas, porque o criminoso tinha a de colocar a filha da vítima de apenas seis meses que também foi morta por Luzimar dentro do ventre da mãe, mas como não conseguiu decidiu costurar a barriga da mulher em seguida amarrou o corpo com cordas e prendeu pedras jogando o corpo da mulher em rio no ramal Esperança .
De acordo com Raimunda Bezerra, o irmão cometeu um crime bárbaro, mas não aceita a forma como ele foi assassinado por uma multidão.
“Se ele já estava preso e ia pagar pelo crime cometido, agora eu quero Justiça para que os assassinos do meu irmão também sejam presos e paguem pela vida do meu irmão” disse a mulher.
Raimunda Bezerra disse que a família ficou chocada com os crimes cometidos pelo irmão, mas exige Justiça com relação a morte do irmão que foi morto sem a menor chance de defesa.

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.