Siga-nos

Aguarde processando...

X

Homem que estuprou matou mulher e também matou bebê de seis meses é assassinado dentro de delegacia

ecos181115-crime-bujari-1

A manhã desta quarta-feira (18) foi agitada e violenta na delegacia do município de Bujari, distante cerca de 22 quilômetros de Rio Branco, onde estava preso Luzimar Bezerra, de 33 anos, ator confessor do crime bárbaro contra dona de casa Jardinez Oliveira, de 25 anos e a filha, Amada, um bebe de seis meses de vida.
Populares armados de faca, foices e terçados invadiram a delegacia e renderam os poucos policiais que estavam de plantão e obrigaram abrir a cela onde mataram Lucimar.
De acordo com o delegado João Augusto, titular da delegacia de Bujari, o pai e familiares das vítimas foram chamados a delegacia para depor, logo em seguida chegou uma multidão armada de facas, terçados e até arma de fogo tentando invadir a delegacia.

Os agentes da polícia civil e policiais militares ainda tentaram evitar a invasão, mas estavam em número muito inferior e a fúria da população era grande tornar impossível conter a revolta.
“Não sabemos quantas perfurações a faca a vítima foi atingida, mas posso garante que foram dezenas. Somente o laudo do IML poderá apontar o número exato! Revelou o delegado.

João Augusto considerou imprudente manter o proso na delegacia de Bujari, ele acredita que o criminoso teria que ter sido transferido para a Delegacia de Flagrantes – DEFLA em Rio Branco.

Entenda o caso
O crime bárbaro chocou a comunidade de Boa Esperança, localizada na BR- 364, em Rio Branco. Jardineis Oliveira da Silva, de 25 anos, foi morta a facadas, e jogada em um rio. Ela foi encontrada no domingo (15).
Após ela ser achada, começaram as buscas pela filha de seis que estava com a mãe no dia do crime. A criança foi localizada nesta terça-feira (17), em um matagal e, segundo o delegado da cidade, o rosto da criança aparentava ter sido “esmagado”.
De acordo com o delegado Rêmulo Diniz, que conduziu as diligências na zona rural, o suspeito teria caminhado cerca de 1h com a criança morta.
Bezerra, suspeito que confessou o crime, estava na delegacia do município do Bujari, distante 22 quilômetros de Rio Branco.

Publicidade

Escreva seu comentário

Informamos aos nossos caros leitores que a Equipe Ecos da notícia não se responsabilizará pelas consequências jurídicas
sobre os comentários divulgados.