Autor do latrocínio de filho de João Eduardo é preso pela Polícia na Vila Acre


Da Assessoria SESP

acusado-Investigadores da Delegacia Antiassalto da Polícia Civil (DAPC) prenderam no Segundo Distrito de Rio Branco, Amos da Silva Machado, de 33 anos. Segundo a polícia, ele é suspeito de vários roubos na região da Baixada do Sol, dentre eles a morte do comerciante João Souza Nascimento, de 42 anos, durante um assalto no último dia 10 de outubro deste ano.
Com a prisão de Amos por latrocínio (roubo seguido de morte), ocorrida na tarde da última segunda-feira, 26, a Polícia Civil esclareceu o crime e mantém em 100% o índice de elucidação dos assaltos seguidos de mortes no Acre. O comparsa de Amos, que deu cobertura em uma motocicleta, também está preso pelo crime e os policiais tenta localizar a motocicleta usada no crime.
O delegado titular da DAPC, que preside o inquérito policial, explicou que a execução de João Nascimento não fora encomendada como teria sido insinuado na época dos fatos. “Além de confessar a autoria do delito, as imagens do circuito interno de TV, em posse da polícia, mostram o momento em que o acusado atira na vítima, que travou luta corporal”, observou Karlesso Nespoli.
Entenda o crime
No dia do assalto, Amos da Silva Machado, entrou no comércio de João Nascimento, onde tentou se passar por cliente. O criminoso pegou uma caixa de sabão em pó e um par de sandálias e depois se dirigiu ao caixa.
Ao ser recebido pelo operador do caixa da loja, ao invés de entregar o dinheiro para quitar a compra, Amos sacou um revólver e anunciou o assalto. O dono do comércio reagiu, travou luta corporal com o criminoso que efetuou vários disparos no interior do estabelecimento um dos quais acertou a região torácica da vítima que morreu no local.


Notícias Relacionadas