Eleitores que não votariam em Lula “de jeito nenhum” somam 55%, aponta IBOPE



Rejeição de Lula passou de 33% em maio de 2014 para 55% agora

Rejeição de Lula passou de 33% em maio de 2014 para 55% agora

Apesar da rejeição, ex-presidente ainda lidera as intenções de votos para as Eleições de 2018
O número de eleitores que disseram que não votariam no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de jeito nenhum na eleição presidencial de 2018 passou de 33% em maio de 2014 para 55% agora, mas seus adversários não ganharam terreno com isso, de acordo com pesquisa do Ibope publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta segunda-feira (26).
E Lula ainda tem a maior taxa de eleitores que dizem que votariam nele com certeza, com 23%, apesar de uma queda de 10 pontos em relação a maio do ano passado.
Entre os possíveis adversários do ex-presidente na disputa, também houve um aumento na rejeição do eleitorado.




Notícias Relacionadas